Como consultar se cai na malha fina?

Como forma de diminuir as longas filas nas agências da Receita Federal, o órgão tem cada vez mais transferidos seus serviços para a internet. Um desses serviços que podem ser acessado pela internet é a consulta imposto de renda 2021. Antes só era possível fazer tal ação indo até uma agência, hoje em dentro de pouco minutos você pode ter acesso a tal documento. Quer saber como? Leia o artigo abaixo!

Consulta IRPF 2019
Consulta IRPF 2021

Saiba também quem deve declarar o imposto de renda 2021, e evite dores de cabeça com a Receita.


Imposto de renda 2021

O imposto de renda é uma tarifa cobrada pelo governo federal para os contribuintes que excederam o limite de ganho bruto anual. Esses valores à serem pagos ao leão (mascote da Receita Federal) modificam de pessoa para pessoa de acordo com valor do rendimento. Geralmente, a Receita antecipa esses valores por meio da tabela imposto de renda 2021.

Imposto de Renda

Muitos ouvem falar na restituição do imposto de renda 2021. Mas, realmente, poucos sabem. A restituição do imposto de renda é um direito que todos os contribuintes possuem para que sejam restituídos aqueles que excederam nos pagamento dos valores. Comumente, esse benefício é disponível para pessoas com diversas deduções.

Alguns critérios são levados em conta no momento do recebimento da restituição, como a data em que foi feita a declaração imposto de renda 2021 e também a idade do contribuinte. Ou seja, quanto antes entregar a declaração do prazo final, mais rápido poderá receber a sua instituição. Por isso, não deixe para última hora, planeje-se.


Consulta imposto de renda 2021 – Como consultar o IRPF

Os contribuintes podem fazer sua consulta imposto de renda 2021. Poucos sabem, mas este serviço está disponível de forma gratuita na internet. Portanto, o IRPF 2021 pode ser consultado de qualquer parte do mundo, basta apenas que tenha um computador conectado à internet.

Para a consulta Extrato imposto de renda 2021 é só seguir os passos abaixo:

  1. Acessar o site da Receita Federal, mais especificamente na área de consulta restituições IRPF, pelo seguinte endereço: receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/consultarestituicao/.
  2. Ao carregar, o contribuinte dará de cara com algumas informações a serem preenchidas.
  3. A primeira lacuna pede que informe os onze dígitos do seu Cadastro de Pessoa Física, mais conhecido como CPF;
  4. Depois é pedido que selecione qual o ano de consulta de suas restituições. O cidadão pode consultar desde 1999 até o ano atual, 2021.
  5. A terceira etapa pede que digite a data de nascimento, sem traços ou barras. O ano de nascimento é necessário que digite os quatros dígitos.
  6. O último passo pede que digite o código que está sendo exibido na imagem. Este passo se faz necessário para impedir que sistemas automatizados acessem essa consulta imposto de renda 2021.
  7. Com tudo preenchido, clique no botão ‘consultar’.
  8. O sistema reconhecendo que todas as informações condizem, o contribuinte será redirecionado a consulta a sua restituição do imposto de renda 2021.
Consulta Imposto de Renda 2019
Consulta Imposto de Renda 2021

Status da declaração informado na consulta do IRPF

Ao consultar a situação da sua declaração no portal de Receita Federal, o contribuinte pode se deparar com diferentes mensagens. Para entender o que o status da consulta ao IRPF 2021 significa, confira abaixo:

  1. Sua declaração não consta na base de dados da Receita Federal;
  2. Sua declaração está na base de dados da Receita Federal;
  3. Declaração em análise – Significa que a Receita já recebeu a sua declaração, e que está aguardando documentos solicitados, ou ainda, que os documentos apresentados ainda estão sendo analisados pelos técnicos da Receita;
  4. Declaração processada – Sua declaração já foi recebida e processada pelos técnicos, mas ainda não há um parecer definitivo sobre haver possíveis pendências;
  5. Declaração com pendência – Significa que a declaração já foi recebida e processada, e que o órgão encontrou pendências ou inconsistências nos dados apresentados. Recomenda-se revisar os dados e apresentar a declaração retificatória;
  6. Declaração retificada – A declaração retificatória já foi recebida pelo órgão e já substituiu a declaração anterior;
  7. Tratamento manual – Possíveis pendências foram encontradas, e um técnico está avaliando a sua declaração. O contribuinte receberá correspondência da Receita com mais informações;
  8. Declaração processada em fila de restituição – A declaração já foi processada e não foram encontradas quaisquer pendências. O pagamento deverá ser realizado assim que chegar a data de pagamento. Lembrando que, a qualquer momento, a declaração pode, sem aviso, voltar para fase de análise;
  9. Enviada para crédito no banco – Sua restituição será paga assim que chegar a data de pagamento;
  10. Creditada – A restituição já foi paga pela Receita.
  11. Saldo inexistente de imposto a pagar ou a restituir – Não há pendências na declaração, mas o contribuinte não tem direito a receber restituição;
  12. Cancelada – Sua declaração já expirou (após 5 anos) e a Receita já não tem mais direito de cobrar quaisquer valores de possíveis pendências.

Consulta Malha Fina IR 2021

Segundo dados divulgados pela Secretaria da Receita Federal, cerca de 800 mil declarações de IRPF caíram esse ano na malha fiscal. Esse total corresponde a cerca de 3% do total de declarações enviadas à Receita.

As declarações retidas na malha fina, em sua maioria, são:

  • Omissão (proposital ou não) de rendimentos do titular e dependentes;
  • Divergências entre o IRRF pago ao longo do ano e o IRRF declarado na DIRF;
  • Deduções na DIRF (com previdência, dependentes, pensão alimentícia ou despesas médicas) preenchidas incorretamente ou com princípio de irregularidade.

O que acontece se eu não entregar a declaração do Imposto de renda 2021?

O contribuinte que atrasar a entrega da declaração do imposto de renda estará sujeito a multa de 1% ao mês (durante o período de atraso) sobre o valor devido ao fisco, com valor mínimo de R$ 165,74 e valor máximo de 20% sobre o valor do imposto devido.

Caso decida deixar de pagar, seu CPF será bloqueado, então você não poderá:

  • Comprar, vender, ou alugar imóveis
  • Abrir ou encerrar conta em banco
  • Pedir empréstimo
  • Fazer passaporte
  • Fazer compras que exijam emissão de nota fiscal

Além de tudo isso, se o contribuinte se negar a pagar o imposto, será aberto um processo administrativo. Caso seja apurado que houve sonegação, poderá ser acusado de crime de sonegação, que na pior hipótese, pode dar até 5 anos de prisão.

Em muitos casos, a Receita se dispõe a negociar o pagamento do imposto com o acusado (com multa e correção monetária). Pois do ponto de vista do Governo, é mais vantajoso receber o dinheiro com atraso do que prender o cidadão e não receber nada. Se o contribuinte não tiver condições de quitar a dívida imediatamente, poderá ser negociado até o parcelamento do imposto em aberto.

Está com alguma dúvida sobre como consultar imposto de renda 2021? Diga-nos na área de comentários para que possamos solucioná-los.